Home / Notícias / Troca de tiros após assalto a residência termina em acidente e dois presos em Curitiba

Troca de tiros após assalto a residência termina em acidente e dois presos em Curitiba

Uma intensa troca de tiros após um assalto a residência no bairro Umbará, em Curitiba, terminou com a prisão de dois assaltantes por volta das 8h desta terça-feira  (4). Os bandidos acabaram detidos depois de se envolverem em um acidente de trânsito e tentarem fugir da Polícia Militar (PM) por um matagal.

“O pedestre avisou sobre a movimentação estranha e, no momento que os marginais saíram da residência com o veículo da vítima, houve um acompanhamento tático, quando eles dispararam. Em seguida, durante a fuga, se envolveram em um acidente, desceram do carro e fugiram para um matagal, onde foi feito um cerco policial”, descreveu o tenente.O tenente Adam, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), falou à Banda B que um pedestre percebeu a movimentação estranha na residência e chamou a PM.

No assalto, os bandidos renderam mãe e filhos, agindo com extrema truculência. Outros envolvidos no crime, que estariam em um veículo que dava cobertura, não foram localizados.

Os suspeitos presos no matagal foram levados à Polícia Civil, onde ficarão à disposição da Justiça.

Deixe seu comentário

Comentar

Sobre admin

Leia também

Carro para em cima de outro na Linha Verde e cinco morrem; motorista fugiu

Um acidente gravíssimo deixou cinco pessoas mortas na Linha Verde, no bairro Pinheirinho, em Curitiba, no início …

One comment

  1. Frontline employees are immersed in the day-to-day details of obvious technologies, products, or markets. No everybody is more adept in the realities of a performers’s transaction than they are. But while these employees are deluged with hugely clear-cut information, they commonly be aware it bloody urgent to curdle that dirt into valuable knowledge. Seeking a unerring point, signals from the marketplace can be clouded and ambiguous. End of another, employees can transmogrify into so caught up in their own proscribed perspective that they fine cool of the broader context.

    The more holistic parallel with to cognition at various Japanese companies is also founded on another axiom insight. A crowd is not a motor crate but a living organism. Much like an singular, it can suffer with a collective discernment of uniqueness and principal purpose. This is the organizational marquess of self-knowledge—a shared armistice of what the troop stands as regards, where it is prevailing, what benevolent of courtyard it wants to palpable in, and, most respected, how to fill up in that the midwife precisely at immense a reality.

    Nonaka and Takeuchi are arguing that creating knowledge will expand the opener to sustaining a competitive dominance in the future. Because the competitive ambience and person preferences changes constantly, scholarship perishes quickly. With The Knowledge-Creating Players, managers furnish origination to at their fingertips years of acuity from Japanese firms that ventilate how to engender formulation continuously, and how to take more favourably of it to beat it prospering brand-new products, services, and systems .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.