Home / Notícias / Quadrilha envolvida em roubo a residências é desarticulada pela polícia

Quadrilha envolvida em roubo a residências é desarticulada pela polícia

A equipe de investigações da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) prendeu os dois últimos membros de uma associação criminosa envolvida em um roubo a residência, ocorrido no bairro Santa Felicidade em dezembro de 2016. A dupla estava envolvida com uma quadrilha já presa pela especializada.

Tatiane Emília Camargo Iovanovitchi, 35 anos, foi presa na quarta-feira (26), em frente a sua residência, no bairro Santa Quitéria, sob suspeita de arquitetar o crime. Já seu comparsa, Hiago Gomes, 22 anos, foi preso na tarde de domingo (30), na Vila Dom Pedro, em Campo Largo, suspeito de ser um dos executores da ação criminosa.

Segundo informações policiais, o crime aconteceu no dia 29 de dezembro do ano passado, na época Tatiane era vizinha da vítima e repassou informações privilegiadas referente a quantia de dinheiro que possuía na residência, além de informar o melhor horário que os executores da ação criminosa poderiam abordá-la.

“Minutos antes da vítima ser abordada pelos bandidos, Tatiana aparece nas imagens de câmera de segurança saindo de sua casa, local em que Gomes entrou e teve acesso ao pátio da residência da vítima”, conta o delegado-operacional da especializada, André Gustavo Feltes.

Na ocasião, Gomes e uma outra integrante do grupo, identificada como Michelle Cristiane Cordeiro de 28 anos – presa no dia 17 deste mês, em outra ação realizada pela equipe da DFR – renderam a vítima utilizando armas de fogo, entraram na residência e a após a amarrarem, jogaram querosene sobre ela e a ameaçaram a atear fogo caso não indicasse o local em que estavam os objetos de valor, bem como os dólares que ela utilizaria em uma viagem internacional que faria no dia seguinte.

No momento em que Gomes e Michelle estavam dentro da residência da vítima, outros dois membros da quadrilha – presos junto de Michelle, no dia 17 deste mês, após roubarem um carro no município de Campo Magro – aguardavam próximo ao local, para dar apoio na fuga da dupla que executava o crime.

De acordo com Feltes, com a prisão dos últimos envolvidos no crime, foi possível desarticular por completo uma quadrilha perigosa. “Esse grupo agia com bastante violência em suas práticas criminosas”, ressalta o delegado, que também acrescenta que através do trabalho intenso de inteligência da especializada, além de identificar a autora intelectual do roubo, também foi possível constatar que a quadrilha estava se organizado para realizar mais um roubo em um apartamento, localizado no bairro Batel. “O roubo só não aconteceu, por conta de todas essas prisões realizadas por nós”, finaliza.

Os suspeitos responderão por roubo agravado e associação criminosa, se condenados poderão pegar de oito a 16 anos de prisão. Ambos encontram-se detidos no Setor de Carceragem Temporária (Secat) da DFR, onde aguardam à disposição da Justiça.

AÇÃO DISTINTA – Durante diligências no bairro Prado Velho, com o intuito de apurar denúncias anônimas, relatando que o local funcionava como ponto de receptação de produtos roubados, bem como de tráfico de drogas, a equipe da DFR prendeu Pablo Martins Lacerda, 18 anos, e Ariane Gonçalves Cordeiro, 20 anos, em posse de drogas, bicicletas e objetos eletrônicos de origem ilícita.

Conforme informações apuradas pela equipe, Lacerda estava em posse de um pote plástico com diversas pedras de crack, prontas para serem comercializadas e consumidas. No local, os policiais também encontraram diversos envólucros embalados com porções de maconha. Ariane foi identificada como a responsável pelo ponto de drogas e foi autuada em flagrante.

Em continuidade as diligências, os policiais encontraram bicicletas e diversos eletrodomésticos sobre o sofá. “Indicando que tratavam-se de objetos trocados por usuários de drogas”, comenta Feltes.

O delegado ressalta ainda, que os celulares dos presos na ação também foram apreendidos pela polícia para demais investigações. Inclusive, foram identificadas trocas de mensagens que indicavam a comercialização das drogas, razão pela qual Lacerda e Ariane foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

“Por meio de uma investigação voltada ao crime de receptação, conseguimos retirar de circulação duas pessoas envolvidas com o tráfico de drogas, que atuavam em um conhecido ponto de comercialização de entorpecentes, o qual também servia como endereço certo para troca de produtos furtados e roubados”, afirma o delegado.

A jovem de 20 anos já possuía passagens pelos crimes de tráfico de drogas, furto qualificado e corrupção de menores. Já o rapaz de 18 anos conta com antecedentes criminais por posse ilegal de munição de uso restrito, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

Ambos foram autuados em por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Se condenados, podem pegar de oito a 20 anos de prisão.

Deixe seu comentário

Comentar

Sobre admin

Leia também

Araucária terá linha de ônibus HMA-UPA

  No início do mês de outubro os usuários do transporte público de Araucária passarão a …