Home / Notícias / Prefeitura esclarece dúvidas de representantes dos moradores e técnicos sobre reestruturação da Saúde

Prefeitura esclarece dúvidas de representantes dos moradores e técnicos sobre reestruturação da Saúde

Em um encontro na tarde desta segunda-feira (08) no Salão Nobre da Prefeitura, o secretário de Saúde Carlos Alberto de Andrade recebeu representantes de conselhos locais de Saúde e coordenadores de unidades básicas (UBS). O objetivo principal do evento foi esclarecer as dúvidas dos presentes sobre a proposta de reestruturação da Saúde que está sendo debatida. Com as ações previstas, mais de 200 novos profissionais da área fortalecerão os trabalhos de prevenção nas 21 unidades básicas do município.

Mais de 30 pessoas participaram deste encontro apresentando seus questionamentos e ouvindo o que a Prefeitura está propondo para solucionar o deficit de profissionais nas unidades básicas. Outros encontros já foram realizados para tratar do assunto e esclarecer a proposta com os segmentos envolvidos. Coordenadores das unidades relataram as dificuldades que têm enfrentado com a escassez de profissionais nos últimos anos e o impacto disso no atendimento à população.

Para Luis Carlos Rodrigues, representante dos funcionários no Conselho Municipal de Saúde de Araucária (Comusar), a reunião serviu para ampliar o que já sabia do assunto. “O fortalecimento da unidade básica é fundamental. Quando você melhora o atendimento nas unidades melhora também a UPA [que não fica sobrecarregada]”, comentou.

Deficit – De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), desde 2013 o quadro de profissionais da Saúde vem sofrendo baixas e a grande maioria não foi reposta. Hoje, o deficit de profissionais na Saúde é de 228 trabalhadores. Entre eles estão: médicos, enfermeiros, recepcionistas, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de Saúde. Com a reestruturação, a população passará a contar com mais profissionais de Saúde para atendimento nas unidades básicas. Algumas delas, conforme a proposta apresentada pela SMSA, poderão até estender seu horário de atendimento aos usuários.

A maioria dos futuros profissionais das unidades básicas virá do quadro próprio da Prefeitura; outros (pelo menos 78 já confirmados) serão convocados de concurso público para completar as equipes. Para suprir toda essa necessidade, a reestruturação prevê a terceirização da gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) pelo prazo de 18 meses e com avaliação a partir dos 12 meses. A SMSA preza que este processo ocorra com a anuência do Conselho Municipal de Saúde, que também participará da avaliação do contrato e do atendimento à população após os 12 meses de terceirização da UPA. Pela proposta, o Pronto Atendimento Infantil (PAI) passará a funcionar junto ao Hospital Municipal de Araucária. O PAI hoje possui deficit de 31 profissionais.

Promoção e prevenção – Com o acréscimo no número de profissionais nas unidades básicas de Saúde, as UBS poderão desenvolver de maneira mais efetiva os trabalhos de prevenção e promoção de saúde. Na prática, Araucária volta o olhar para o que deve ser função prioritária do município: cuidar da saúde básica. O cuidado com a saúde básica estimula práticas saudáveis e, por consequência, evita situações em que sejam necessárias acionar os serviços de urgência e emergência. O Serviço de Orientação à Aids (SOA) é uma das áreas que receberão profissionais para ampliar seu atendimento.

Do ponto de vista financeiro, a restruturação vai permitir ao município ampliar seu atendimento de promoção de saúde e prevenção sem precisar arcar com grandes investimentos. Outra vantagem é que haverá redução dos casos de desvio de função e da necessidade de horas extras ocasionada pelo deficit de profissionais. Esta nova organização vai permitir que os que trabalham na Saúde não estejam sobrecarregados e também que possam receber melhor qualificação para atender aos usuários de maneira mais adequada.

 

Fonte/foto: Prefeitura Municipal de Araucária

Deixe seu comentário

Comentar

Sobre Emanoel Santos

Leia também

Prefeitura conta com ajuda da população para combater vandalismo nas unidades de Saúde

As unidades de Saúde de Araucária têm sofrido com o vandalismo. Os casos vão desde …