Home / Notícias / Em Busca de Novas Conquistas

Em Busca de Novas Conquistas

“ O vôlei para mim é tudo , e onde eu esqueço dos meu problemas e onde eu encontro amizades que vou levar para a vida todo , umas não mais algumas sim , a onde amadurecemos rápido , apensar de eu só ter 15 anos , nesse idade meu amigos estão se divertindo e eu tendo mais responsabilidade , é onde eles estão indo para festa e eu indo dormir , porque tenho treino ou jogo… enquanto eles tem férias estou treinando , vida de atleta não é fácil , mais e inesquecível quando luta para aquilo é consegue. “
Yasmin Brasil
Ela com apenas quinze anos,dedica sua vida ao que mais ama,o voleibol.
Amar o esporte e praticá-lo é fazer escolhas,deixar algumas coisas no caminho em busca de realizar grandes sonhos.
Aqui ela conta um pouco da história dela que está de “malas prontas” para ir jogar na cidade de São Caetano em busca de novas conquistas.
Eu comecei a jogar pela escola, a onde disputava jogos escolares, e ali um juiz que se chama Jeferson me indicou para o Sesi .
Entrei no Sesi em 2014 a onde comecei no atleta do futuro comandado pelo professor Maurício , em 2015 era pré – mirim, subia para o sub 15 , ali conquistamos uma medalha de bronze no metropolitano com meu técnico Bispo .
Já em 2016 era sub 15 , quem comandava a equipe era o Maurício, o mesmo que me treinava no atleta do futuro.
No ano de 2016 conquistamos vice lugar no campeonato do torneio início .
Na preparação ficamos novamente com vice lugar .
Na Copa Rio ficamos com o terceiro lugar comandado pelo técnico Allan , depois desse campeonato fui convocada para o Sub-17 a onde ficamos com o vice lugar no estatual , comando pelo mesmo técnico da copa rio o Allan.
Conseguimos ir para Limeira a onde conquistamos a medalha de prata ,Já no sub 15 ficamos com ouro na série Prata .
Em 2017 ja era sub 17, ficamos 4° lugar na copa Sesi , a onde disputamos com o sub 19 , foi uma experiência incrível para todas nós.
No metropolitano ficamos com terceiro lugar ,novamente fomos para a Copa Rio , onde eu fui títular!
Foi comandado pelo mesmo técnico do sub 17 o Allan ! Esse campeonato tenho muita lembranças boas , Nosso time estava quebrado , sem a Mariana do sub 15 que torceu o pé e a Larissa do sub 17 também torceu , enfim … Várias pessoas não acreditava em nós , nem a gente mesmo …. Chegamos lá , lutamos e conquistamos vice lugar da copa cidade maravilhosa … Foi incrível . Voltamos para São Paulo , ficamos novamente o terceiro lugar no estadual .
Aqui vai a entrevista com ela:
Os jogos escolares foram o seu início,o que de mais importante aprendeu participando deles?
Aprendi que não depende só de uma pessoa para ganhar o jogo , precisa de todos…aprendi que uma equipe unida vai mais longe , não importa se tem muita técnica ou não , mais sim a força de ganhar .

A conquista do bronze no campeonato metropolitano,qual foi a importância desta conquista pra você? Acredita que ela te motivou em busca de outras?
O bronze significou muitas coisas para mim , mas a principal foi que era aquilo que eu queria para minha vida .

Conte como funciona o torneio início.
O torneio início funciona basicamente uma apresentação das equipes . Jogamos um set só para ver como elas estão , e dali tem uma classificação 1° e 2° lugar .
Qual é sua posição? Gostaria de treinar em outras também para adquirir uma maior experiência no vôlei ?
Então eu só não fui levantadora ainda , meu sonho .
Acho muito bom quem faz todas as posições, porque se algum técnico precisar de você em outro lugar , você saberá fazer .
Ah eu tento me esforçar mais nos treinos , buscar sempre o melhor.

O que faz você buscar a realização de seus sonhos? O que te inspira?
O que me inspira e olhar para seleção Brasileira e poder sonhar que um dia eu posso tá lá ou que um dia posso ser uma jogadora .
“A União faz a força” o que pensa da frase para juntamente com sua equipe conquistar medalhas ?
Eu penso que o time pode ter uma boa técnica , mais a união dentro de quadra e o mais importante ! No sub 15 poderíamos dizer que a gente não tinha aquele técnica , mais a união fez a gente conquistar o vice colocado no torneio início.

Estar sempre pronta para treinar por sua equipe e ajudá-la na busca das conquistas, como você se prepara no dia a dia para jogar o melhor do seu voleibol?
Claro que estou ,procuro estar sempre pronta para fazer o que o técnico precisar .

O que você espera do futuro do voleibol brasileiro quando já estiver jogando em superligas?
Espero que as pessoas sejam mais justas.
Você foi descoberta por um árbitro de vôlei,o que faria para descobrir talentos assim como você e coloca-lás em quadra para que elas tenham a mesma oportunidade que você teve?
Eu desenvolveria projetos sociais , em forma de ONG’s para crianças e adolescentes se ingressarem na carreira e terem uma chance de vivenciar o voleibol , porque o esporte muda a vida da pessoa
Seus agradecimentos:
Queria agradecer aos meus pais , que sempre estão comigo para tudo me ajudando , me dando apoio e a minha vó também que está Quero agradecer o Jeferson por ter me ajudado e me ajuda até hoje, aos meus técnicos Bispo , Allan e Maurício .
“ A Vitória está dentro de nós,ela acontece ao abrirmos nossos olhos todos os dias”
A Coluna Pois É parabeniza a atleta por todas as suas conquistas já realizadas e deseja sucesso em suas novas competições em 2018.

Deixe seu comentário

Comentar

Sobre Patrícia Deud

Leia também

Após 13° arrastão no ano, prefeitura e PRF anunciam reforço na fiscalização em ônibus

As primeiras ações, segundo a prefeitura, deverão ocorrer nos próximos dia Após o 13° arrastão …