Home / Polícia / Em Araucária: Polícia indicia mulher acusada de racismo contra doceira

Em Araucária: Polícia indicia mulher acusada de racismo contra doceira

A Polícia Civil identificou e indiciou a mulher suspeita de enviar mensagens racistas a uma doceira, em março. O caso foi registrado em Araucária, na região metropolitana de Curitiba e segundo informações da polícia, a acusada mora no mesmo bairro que Janete Martins. Apesar da acusação, a mulher deve responder o processo em liberdade.

Segundo o delegado Messias da Rosa, o caso está praticamente encerrado. “A autora trata-se de uma pessoa que estava bem próxima da vítima, então nós chegamos à conclusão de que o fato se deve a duas coisas: uma é o marido da acusada que trabalha com a filha de Janete e a outra que é pelo preconceito”.

O delegado ainda fala que aguardam novas provas contra a mulher. “Nós aguardamos a chegada de duas provas cabais, mas o fato de a vítima ter identificado a acusada, nós damos quase que por encerrada a investigação”.

Uma das provas aguardadas é o laudo da criminalística que fez a análise das impressões digitais nos bilhetes e nas bananas entregues à doceira.

Se condenada, a mulher pode pegar de um a três anos de prisão, além de multa. “Essa pessoa ainda terá a pena moral que cairá sobre ela”, finalizou o delegado.

Massa News

Deixe seu comentário

Comentar

Sobre Luiz Fernandes Wieczorkowski

Leia também

Em reintegração de posse, manifestantes fecham rua e entram em confronto com PM

Uma ação da Polícia Militar e Guarda Municipal para impedir que moradias fossem construídas em …